sexta-feira, 2 de março de 2012

Estado de Pernambuco e o novo Piso dos Professores.

Folha de Pernambuco - PE 02/03/2012 - 06:18 Estado pagará novo piso este mês.

Priscila Aguiar Maurício Ferry Eduardo Campos:

image

“Estamos cumprindo acordo de valorizar os professores” O pagamento do novo piso salarial de R$ 1.451,94, estabelecido pelo Ministério da Educação (MEC), será feito este mês para os 70 mil professores da rede estadual. O aumento de 22,22% no vencimento-base dos docentes foi anunciado ontem à tarde pelo governador Eduardo Campos, durante solenidade realizada no Palácio do Campo das Princesas. O valor é referente ao mínimo que deve ser pago aos professores de Nível Médio com jornada de 200 horas/aula. O vencimento-base dos professores de nível superior passará de R$ 1.247,37 para R$ 1.524,53. O reajuste será retroativo. O aumento de janeiro será pago em março, enquanto o valor referente ao mês de fevereiro entrará na folha de abril. Na ocasião, o governador destacou que enviou um projeto de lei complementar à Assembleia Legislativa com os novos valores de vencimento-base dos docentes. “O indicador foi publicado, confirmado pelo Ministério da Educação há 48 horas atrás, nós estamos mandando hoje (ontem) para Assembleia Legislativa o Projeto de Lei que confere o reajuste ao professorado do Estado, tanto na ativa quanto aposentado, dos valores definidos pelo novo piso salarial”, destacou o governador. Segundo ele, o impacto anual do reajuste no orçamento do Governo Estadual será de quase R$ 300 milhões. “O impacto é expressivo porque nós temos 74 mil servidores que recebem com referência no piso, então, nós temos um impacto de cerca de R$ 300 milhões no ano. O que nós estamos fazendo agora é dando sequência e cumprindo o acordo que fizemos para valorizar o professorado”, salientou Eduardo Campos. Mesmo com o reajuste, são grandes as chances de adesão das escolas das redes municipal e estadual de ensino à paralisação nacional prevista para os dias 14,15 e 16 de março. Será realizada uma assembleia na próxima terça-feira para definir a participação do Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Pernambuco (Sintepe) na paralisação nacional. O presidente do Sintepe, Heleno Araújo, destacou que apoia a paralisação. Para ele, o anúncio feito ontem pelo Poder Executivo não cumpre com o acordo firmado no ano passado. “O anúncio não atende a plenitude a Lei do Piso e descumpre o acordo firmado o passado, quando o governo se compromete a pagar o piso no início do ano. Quando o Governo só anuncia para o mês de março pagar o valor que deve ser pago do piso, ele sabe que deve desde janeiro, então é inadmissível dividir essa dívida em dois meses. O Governo tem a obrigação de cumprir o acordo que assinou ano passado. Junto com o salário do mês de março, ele deveria ser paga a diferença de janeiro e fevereiro”, criticou.

4 comentários:

  • Neto Mota says:
    2 de março de 2012 06:21

    O descaso histórico com a educação é tanto que quando há um reajuste salarial para os professores, isto vira motivo de noticia e espanto, e até euforia de alguns professores. O fato é que isso só mascara a realidade da escola publica brasileira. Não é só o professor que deve ser valorizado e bem remunerado, mais sim todo o ambiente em que ele trabalha junto com todos os funcionários que atuam na educação.

    http://professormotaneto.blogspot.com/

  • Anônimo says:
    2 de março de 2012 13:55

    salário vergonhoso,companheiros vamos nos unir e colocar Eduardo e os demais politico com nossos salários, eles não tem compromisso com educação e sem educação nenhum país pode crescer,o pobre continuará cada vez mis pobre,e o rico cada vez mais rico,não dianta ele tenta disfarçar a qualidade do ensino na rede estadual ,oferecendo cotas e colocando alunos cada vez mis alunos n faculdade,oque relmente queremos é qualidde igualdade e não discriminação.

  • Anônimo says:
    20 de março de 2012 12:28

    Vcs de PE ainda são felizes de não terem um governadsor mentiroso como o nosso da PB. Aqui o maquiador da verdade, o governador RC, incorpora as gratificações e maquia a verdade, dizendo que paga o piso... Eu detesto ter de chamar o meu governador de mentiroso; mas é como todos os professores o chamam...

  • Anônimo says:
    7 de julho de 2012 20:16

    Aqui na Bahia estamos com quase 90 dias de greve e o governo do PT de Jacques Wagner, não negocia e se nega em pagar o PISO e também a abrir as contas do FUNDEB... e além de mais cortou nossos salários... estamos com 3 meses sem salários com o crédito para comprar alimentos cortados, sem consignação para emprestimos... o terrorismo está grande por aqui... colegas nossos estão sofrendo perseguição e coação... a ditadura está de volta maqueada com o nome de democracia... não vamos desanimar e ter sempre em mente que "O POVO UNIDO JAMAIS SERÁ VENCIDO!!!

Postar um comentário

Escreva seu comentário.