Última Postagem

quinta-feira, 26 de março de 2015

Garanhuns perde um talento e SINTEPE o artista que animava suas Confraternizações.

|0 comentários


Recebo , com pesar, a notícia sobre a morte do meu amigo e professor Noel Ferreira (Fifa), ou Noel Gago, vitimado por um infarto fulminante.

Conheci Noel Fifa através de Carlos Janduy, o tempo passou e na Luta Sindical reencontrei-o na escola Henrique Dias,me chamava de Zé, sempre que nos encontravámos fazia aquela alegria que lhe era peculiar.Depois resolvemos formar uma parceria com o SINTEPE e  em praticamente todas as confraternizações que fizemos ele foi o animador, agradava a todos, tornando-se o cantor oficial de nossa entidade.

Noel foi professor, e esta profissão deixa legiões de amigos, que certamente vão chorar a sua perda.

 

Vai em paz, meu amigo!!!!

Fotos do Facebook de Noel.

Proposta que prejudica Professores é adiada.

|0 comentários

Uma manobra articulada pela deputada Teresa Leitão (PT), presidente da Comissão de Educação e Lazer da Assembleia Legislativa, conseguiu adiar para a próxima terça-feira (31) a votação do projeto de lei 79/2015, que trata da concessão do piso salarial aos professores da rede estadual. A proposta seria levada a plenário na tarde desta quarta-feira (25), mas foi retirada da pauta após um acordo com os líderes do governo e da oposição, deputados Waldemar Borges (PSB) e Sílvio Costa Filho (PTB), além do presidente da mesa diretora, deputado Guilherme Uchoa (PDT).

Saiba mais...

Professores fazem protesto em frente à Assembleia Legislativa

O projeto foi enviado à Casa de Joaquim Nabuco no último dia 13 e desde então tem sido alvo de inúmeros debates. A oposição acusa o governo de enviar um texto incompleto, que contempla com os 13,01% de reajuste apenas os docentes com nível médio. Do outro lado, o governo argumenta que a ideia é ajustar as distorções que ainda existem, para que nenhum dos professores do estado receba menos do que os R$ 1.917,78 impostos pela Lei Federal. Outra crítica da oposição é que o projeto foi enviado pelo Executivo antes de qualquer discussão com a categoria. Com o impasse, professores decretaram estado de greve.
Nesta quarta, durante sessão ordinária na Assembleia, Teresa foi à tribuna sob os olhares de vários docentes presentes na galeria, para falar da decisão dos deputados de postergar para a próxima terça a votação. Um dia antes, professores deverão se reunir com os secretários de Administração, Milton Coelho, e de Educação, Fred Amâncio, para tentar alterar o texto original.
A deputada explicou que a decisão de retirar o projeto da pauta de hoje foi uma estratégia para dar mais tempo à categoria e ao próprio governo para que cheguem a um denominador comum. "O projeto entrar sem o processo de negociação estar todo concluído é ruim, ainda mais em um momento em que a categoria está em estado de greve. Isso poderia acirrar mais ainda o processo. Os ânimos não estão tranquilos pois há perdas para setores significativos da categoria com esse projeto e, por isso, nós não discutimos na comissão", explicou. Teresa destacou que a manobra foi regimental, pois o prazo para o parecer da Comissão de Educação ainda não havia expirado.

Antes da sessão ordinária desta quarta, professores realizaram protesto em frente à Assembleia (Foto: Roberto Soares/Alepe) (Roberto Soares/Alepe)

Antes da sessão ordinária desta quarta, professores realizaram protesto em frente à Assembleia (Foto: Roberto Soares/Alepe)

A petista acrescentou que há uma diferença importante de impacto econômico entre a proposta do governo e a proposta feita por ela, através de emenda, que contempla toda a categoria com o reajuste. "A gente está com duas propostas bem antagônicas do ponto de vista do impacto financeiro. Uma proposta de aplicar o piso na base da carreira, com os rebatimentos próprios e a proposta do governo que contempla só quem recebe menos de R$ 1.917. A deles dá R$ 17 milhões/mês, a nossa dá R$ 232 milhões/mês. Tem uma intermediária, não sei os elementos que eles utilizaram para o cálculo, que dá R$ 123 milhões/mês. Então, há dúvidas, inclusive no impacto da proposta. O que o sindicato quer é que esses dados sejam colocados na mesa", avaliou.
O projeto de lei 79/2015, do jeito que está, prevê reajuste de 13,01% para os professores com nível médio e de 0,89% para os demais. A proposta implanta o aumento apenas para os professores que ganham abaixo do piso e, segundo a oposição, ignora que os aumentos salariais devem percorrer toda a carreira dos professores. Na última semana, o líder da oposição, Silvio Costa Filho, afirmou que o projeto era "um tapa na cara da categoria" e o presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Educação (Sintepe), Fernando Melo, desmentiu alegação de que há outras negociações em andamento. "Somos 49,8 mil professores, entre ativos e aposentados", encerrou. Após a negociação com o governo na segunda-feira e a votação do projeto na terça, os professores deverão se reunir em assembleia para definir os rumos do movimento.

segunda-feira, 23 de março de 2015

Deliberações da Assembleia de 23 de Março- SINTEPE

|0 comentários
CLIQUE NA IMAGEM PARA AMPLIAR

terça-feira, 17 de março de 2015

Professores estaduais têm reunião de negociação e recebem apoio da bancada de oposição

|0 comentários

Sintepe cobra do governo estadual a aplicação dos 13,01% para toda a categoria. Foto: Sintepe/Divulgação

Sintepe cobra do governo estadual a aplicação dos 13,01% para toda a categoria. Foto: Sintepe/Divulgação

Os professores da rede estadual de ensino em Pernambuco, em estado de greve desde a sexta-feira passada, se reúnem com o governo do estado na próxima quarta-feira. A reunião de negociação está marcada para as 16h. No mesmo dia, a Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe) vai promover uma audiência pública para discutir a questão salarial da categoria. Na próxima segunda-feira, 23 de março, será realizada uma assembleia geral, onde os professores podem decretar greve.

Saiba mais...

Professores estaduais decretam estado de greve e fazem passeata até o Palácio Professores da rede estadual cobram reajuste

A bancada de oposição ao governo do estado considera legítimas as reivindicações dos trabalhadores em educação e concorda que o Projeto de Lei  que reajusta o piso salarial enviado à Alepe pelo governado é incompleto. O projeto reajusta em 13,01% apenas o salário dos professores com nível médio, concedendo índice menor (0,89%) para os docentes de nível superior.
O Sindicato dos Trabalhadores em Educação da rede estadual (Sintepe) cobra do governo estadual a aplicação dos 13,01% para toda a categoria e a apresentação de uma planilha da aplicação dos 100% de reajuste no salário dos docentes nos próximos quatro anos, como prometido pelo governador Paulo Câmara na campanha eleitoral de 2014.
"O índice de 13,01% não atendeu à categoria de maneira igualitária. Os professores com nível superior, que representam 90% dos profissionais da rede, tiveram reajuste de 0,89%. Esta distorção precisa ser corrigida. Eles querem achatar o Plano de Cargos e Carreira", defende a deputada estadual Teresa Leitão (PT).

Já o líder da bancada da oposição, Silvio Costa Filho (PTB), alerta que para dobrar o salário dos professores em quatro anos, conforme prometeu, o governo deveria, no mínimo, acenar com um reajuste de 19% já agora em 2015, segundo estimativa do Sintepe.O parlamentar também chama a atenção para a necessidade de mais investimentos na melhoria da infraestrutura das escolas.

sábado, 14 de março de 2015

Professores da rede Estadual decretam estado de Greve

|0 comentários

11066520_804501619636374_6006072120348688903_n

  Final da Assembleia que decretou o estado de Greve.

Decisão foi tomada nesta sexta-feira (13), durante assembleia geral da categoria.

Os professores da rede estadual de ensino estão em estado de greve. A decisão da categoria foi tomada na manhã desta sexta-feira (13), durante assembleia geral, no Teatro Boa Vista, no Recife. Ao todo, cerca de 1.500 trabalhadores em educação estiveram presentes no encontro. Durante a atividade foi aprovado um calendário de mobilizações, que teve início nesta sexta-feira, com uma passeata pelas ruas do Recife até o Palácio do Campo das Princesas, sede do Governo do Estado. 
Uma comissão foi recebida por representantes do poder executivo estadual, onde foi entregue um protocolo de exigências que cobra do governo estadual a aplicação dos 13,01% para toda a categoria do ensino público estadual e a apresentação de uma planilha da aplicação dos 100% de reajuste no salário dos docentes nos próximos quatro anos, como prometido pelo governador Paulo Câmara, durante a campanha eleitoral.
Nesta quinta-feira (12), o governo estadual encaminhou a Assembleia Legislativa de Pernambuco um Projeto de Lei que reajusta em 13,01% apenas o salário dos professores com nível médio, o antigo magistério. Já para os docentes com nível superior o reajuste foi de 0,89%. Com isso, o salário de professores com magistério e com nível superior ficou igual, ocorrendo um achatamento no Plano de Cargos e Carreira da categoria.
Na próxima quarta-feira (18), será realizada, a partir das 9h, na Assembleia Legislativa de Pernambuco uma audiência pública para discutir a questão salarial dos professores. No mesmo dia, às 16h, ocorrerá uma nova negociação com o governo do estado. No dia 23 de março (segunda-feira), será realizada uma assembleia geral, onde os docentes podem decretar greve.

nos na assembleia

Regional Garanhuns Presente.

Fonte: sintepe.org.br

quarta-feira, 11 de março de 2015

Plenária de Reivindicações Agreste Meridional

|0 comentários
Hoje 10 de Março a Regional SINTEPE – Agreste Meridional realizou sua plenária de Reivindicações, que ocorreu na Escola Elisa Coelho, onde tivemos uma boa participação da Categoria, formulando, discutindo e debatendo propostas que ajudarão o SINTEPE na campanha Salarial/Educacional 2015. Tivemos representação de várias cidades da Regional e de Escolas de Garanhuns. A participação dos companheiros foi essencial para que pudéssemos “formatar” o documento que já foi enviado para o SINTEPE Estadual para apreciação e inclusão na Pauta Estadual de Reivindicações.Obrigado a todos e todas que participaram.
coordenacao
Coordenação Regional Agreste Meridional
rei 01
10428591_962582023753346_1740283506784894776_n 
11067645_962581903753358_1039771488174093031_n

 rei 02
10455939_962581973753351_3441443544396644024_n
11034893_962592787085603_1533404189055686055_n
Pedimos desculpas aos companheiros, só conseguimos
postar estas fotos.

















sábado, 7 de março de 2015

Dia Internacional da Mulher

|0 comentários

Todo dia é dia das Mulheres.Mas, como instituiram esta data, vamos lá. Nada como a grande Cora Coralina para expressar em suas poesias e sua sensibilidade a Mulher. Parabéns a Todas as Mulheres.

 

Mensagem-Aromas-Dia-Internacional-da-Mulher

Clique na foto para ampliar.

sexta-feira, 6 de março de 2015

Presidente do Instituto Histórico de Garanhuns lança 2º Livro

|0 comentários

Lançamento do Livro "República" no IHGG do professor Cláudio Gonçalves de Lima, as 19:30 dia 10 de março.
José Cláudio Gonçalves de Lima nasceu em Garanhuns, tem especialização em História. É Presidente do Instituto Histórico e Geográfico de Garanhuns, coordenador do Arquivo Público Municipal, pertence a Academia de Letras de Garanhuns, cadeira n° 39 do patrono Alberto da Silva Rego.
Recebeu do Arquivo Nacional da Torre do Tombo de Portugal a Carta Régia manuscrita de 1811.
Autor do Livro os Sitiados: A Hecatombe de Garanhuns

livro de claudio-crop

domingo, 1 de março de 2015

Gestor de Escola Pública Estadual de Garanhuns sofre AVC

|1 comentários

 

jaefson1

 Hoje, após sofrer um AVC, foram postadas muitas mensagens de Solidariedade  ao Gestor do EREM  Dom João da Mata Amaral, Professor Jaefson Vieira.(Facebook) Segundo informações a situação de saúde dele é Estável e evoluindo. A notícia foi surpreendente para todos, inclusive estive com ele sexta feira na Escola, que  nos atendeu como o sempre faz, de forma cordial e amiga.

Torcemos  pela sua rápida recuperação e retorno breve a suas atividades. Jaefson ficou conhecido pelo seu ótimo trabalho na Escola Duque de Caxias na Vila do Quartel.

foto: do blog Senáculo

segunda-feira, 23 de fevereiro de 2015

Regional terá Plenária para Reivindicações da Campanha SALARIAL/EDUCACIONAL 2015.

|0 comentários

A PARTICIPAÇÃO DE TODOS É IMPRESCINDÍVEL PARA QUE POSSAMOS ENCAMINHAR UMA PAUTA COM AS REIVINDICAÇÕES E ANSEIOS DE TODOS OS TRABALHADORES EM EDUCAÇÃO DO AGRESTE MERIDIONAL. CONTAMOS COM VOCÊ. NÃO DEIXE QUE OUTROS FALEM POR VOCÊ. CONSEGUIMOS ADIAR A PLENÁRIA QUE SERIA DIA 05 PARA O DIA 10 de MARÇO- 9 HORAS (VEJA O CARTAZ) PARA QUE TENHAMOS MAIS TEMPO PARA O DEBATE NAS ESCOLAS E APRIMORAMENTO DAS REIVINDICAÇÕES. CONTAMOS COM O APOIO DE TODOS AS GESTÕES DAS ESCOLAS DA REGIÃO PARA VIABILIDADE DE NOSSA PAUTA.

convocatoria

sexta-feira, 20 de fevereiro de 2015

Professores da Rede Estadual cobram o reajuste do Piso Salarial

|0 comentários

piso salarial

O projeto de lei para que efetivar o reajuste de 13,01%, determinado pelo Ministério da Educação (MEC), no salário dos professores da rede estadual ainda não foi encaminhado pelo governo do estado para a Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe). O Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Pernambuco (Sintepe) informou que já entrou em contato com a Secretaria Estadual de Educação para agendar uma reunião com o secretário Fred Amâncio e cobrar agilidade no envio do documento para votação dos deputados.
O piso salarial do magistério foi ajustado nacionalmente em 13,01% no último mês de janeiro. O reajuste feito anualmente baseado na Lei do Piso assegura que, agora, o professor com 200 horas/aula receba R$ 1.917,78. Para o sindicato, porém, o aumento não recupera a "defasagem histórica do salário do professor".
"Queremos avançar tendo em vista de que o nosso salário é ainda um dos piores do Brasil", afirmou o presidente do Sintepe, Fernando Melo. Segundo ele, a promessa de campanha do governador Paulo Câmara de dobrar o salário dos professores em quatro anos será cobrada. "O governador prometeu dobrar o salário dos professores nos próximos quatro anos e para que esse patamar seja alcançado, teríamos que ter um reajuste maior nesse momento", informou o sindicato.
A Secretaria Estadual de Educação respondeu, por meio da assessoria de comunicação, que o valor do reajuste será discutido em reunião com a Secretaria de Administração do estado. Sobre a tentativa do Sintepe de marcar uma reunião com o secretário Fred Amâncio, a secretaria informou que "existe um processo de agendamento, mas não há data marcada".
Os professores prometeram fazer manifestações caso não sejam ouvidos. "Os trabalhadores em educação cobram ao governo efetividade da promessa de campanha e garantem que o ano de 2015 será de muita luta, com mobilizações, inclusive, na porta do governador se for preciso", garantiu o Sintepe.
Entenda - O cálculo do aumento é feito de acordo com a Lei do Piso (11.738/2008), que atrela o reajuste ao percentual de crescimento do valor anual mínimo por aluno, referente aos anos iniciais do ensino fundamental urbano. O piso salarial passou de R$ 950, em 2009, para R$ 1.024,67, em 2010, e R$ 1.187,14, em 2011, conforme valores informados pelo MEC. Em 2012, o valor vigente era de R$ 1.451; em 2013 passou para R$ 1.567; e, em 2014 foi reajustado para R$ 1.697,39. O maior reajuste foi 22,22%, em 2012.
Saiba Mais:
13,01% é o percentual de aumento do piso nacional para os professores do ensino básico
R$ 248,4 milhões é o impacto anual que o aumento deve gerar para os cofres do estado
R$ 1.917,78 será o salário dos profissionais com formação até o ensino médio no estado. Atualmente é  R$ 1.698,09

quarta-feira, 18 de fevereiro de 2015

Coleção Educadores– Disponibilizada pelo MEC

|0 comentários

educadores

Olá leitores do Blog Educação, aproveite e baixe os livros sobre os principais Educadores. Obras de grande relevância, mostrando a contribuição destes mestres.

Estão disponíveis no portal Domínio Público do Ministério da Educação a Coleção Educadores, com 62 títulos. As obras são dirigidas aos professores da educação básica e às instituições de educação superior que atuam na formação de docentes, mas o acesso é livre no portal.

Paulo Freire, Anísio Teixeira, Jean Piaget e Antônio Gramsci, dentre outros, fazem parte da Coleção Educadores. Integram a coleção 31 autores brasileiros, 30 pensadores estrangeiros e um livro com os manifestos Pioneiros da Educação Nova, escrito em 1932, e dos Educadores, de 1959.

Confira as coleções e faça o download das obras no Portal Domínio Público

Clique no link em vermelho.

terça-feira, 17 de fevereiro de 2015

Interiorização da Junta Médica de Pernambuco

|1 comentários

junta

Desde Fevereiro de 2014, que estamos procurando  os médicos para que os mesmos encaminhe currículos ou repassem contato para Participação na JUNTA MÉDICA DO AGRESTE.  A situação é emergente temos de resolver este problema. Termos de nos deslocar doentes para a Capital Pernabucana para nos apresentarmos a Junta Médica Estadual é algo que está tirando o sono dos Trabalhadores do Estado.As dificuldades são tremendas, muitas vezes as pessoas não tem a menor condição física para fazer esta viagem, outras acabam piorando sua saúde por conta do estresse e muitos não tem condições financeiras para cobrir os custos da viagem e alimentação.

Diante deste problema há um ano, resolvemos “arregaçar” as mangas e ir a Luta, no dia 02 de Fevereiro de 2014 entramos em contato com a Sra. Tatiana Monteiro da Gerência Administrativa de Perícias Médicas do Instituto de Recursos Humanos-IRH-PE, que nos atendeu por telefone e logo marcou uma reunião com ela no IRH, estivemos lá e ela foi muito solidária com a situação,ficando a disposição para juntos resolvermos a situação. Desde então estamos entrando em contato com médicos que se interessem pelo Trabalho na Junta, conseguindo currículos ou dados para contato.O Edital de convocação para junta deveria ter saido em Agosto de 2014, mas por conta do ano eleitoral acabou tendo problemas e foi adiado. No último contato com a Sra. Tatiana Monteiro ela disse-me que está tudo pronto para que o edital seja publicado.Porém, com as mudanças ocorridas no IRH como a transição do diretor-Presidente e Diretoria, o edital foi adiado mais uma vez.Mas, que brevemente deve ocorrer.

Em Janeiro deste ano resolvemos nos dedicar integralmente a causa da Interiorização da Junta Médica para o Agreste e passamos todo o mês em visita aos consultórios dos médicos.Estamos otimistas e acreditamos que vamos conseguir trazer o número de médicos suficientes para implementação da Junta Médica do Agreste. Abaixo transcrevo e-mail recebido de Tatiana Monteiro.

Prezado Augusto Souto, bom dia!
Como vai você?
O edital sairá sim, inclusive está praticamente pronto, mas com a mudança de Governo e a transição do diretor-presidente do IRH e de sua Diretoria teve adiamento.Mas, com certeza brevemente saíra.
Fique firme Augusto, ajude-nos neste momento. Tenha certeza que estou focada em resolver o problema, assim como o Governo do Estado.
Cordialmente,
Tatiana Monteiro
Gerência Administrativa de Perícias Médicas
Instituto de Recursos Humanos - IRH/PE

sábado, 14 de fevereiro de 2015

Festival de Jazz de Garanhuns- 2015-Programação

|0 comentários

jazz programaçao

DIA 14 - SÁBADO (primeiro dia)
> Palco Ronildo Maia Leite (Praça Mestre Dominguinhos)
• 20:30h ­ Abertura do Festival com a Orquestra Criança Cidadã(PE)
• 21:30h - Wagner Tiso(RJ) e Victor Biglione(ARG)
• 22:30h - Marquise Knox(USA) com Jefferson Gonçalves(RJ) & UpTown Band(PE)
• 23:30h - Billy Cobham(PAN) com Marco Lobo(BA). Participação especial: Grupo Batuque de Garanhuns(PE)

OBS: no dia 14 não teremos shows no palco pau pombo.

DIA 15 - DOMINGO (segundo dia)
> Workshops - 10:30h
• Oficina de gaita com Jefferson Gonçalves
• Oficina de Bateria com Bruno Fonseca

> Palco Pau Pombo
• 15:00h ­ Beatles in Blues com Uptown Band(PE) & Karl Dixon(USA)
• 16:00h ­ Nosso Jazz(PE) com part. especial de Jefferson Gonçalves(RJ)
• 17:00h ­ Jam session

> Palco Ronildo Maia Leite (Praça Meste Dominguinhos)
• 20:30h ­ Andrea Amorim a Banda(PE)
• 21:30h ­ Villa­Lobos InJazz(RJ)
• 22:30h ­ Demetria Taylor(USA) com Flavio Naves(SP) e Marcelo Naves(SP))
• 23:30h ­ Jennifer Batten(USA) & John Macaluso(USA)

DIA 16 ­ SEGUNDA-FEIRA (terceiro dia)
> Workshops - 10:30h

• Oficina de Bateria com John Macaluso, participação especial de Herick Faustino
• Oficina de guitarra com Lancaster

> Palco Pau Pombo
• 15:00h ­ Lancaster(SP)
• 16:00h ­ Breakdown Blues Band, part. especial : Lancaster(SP)
• 17:00h ­ Jam session

> Palco Ronildo Maia Leite­ Praça Meste Dominguinhos
• 21:00h ­ Andre Togni(DF)
• 22:00h ­ Willie Walker(USA)
• 23:00h ­ Homenagem a Celso Blues Boy com Tico Santa Cruz e Banda (RJ)

DIA 17 ­ TERÇA-FEIRA (quarto dia)

> Workshops - 10:30h
• Oficina de bateria com André Togni
• Oficina de guitarra com jennifer Batten
> Palco Pau Pombo

• 15:00h ­ Andre Togni(DF)
• 16:00h ­ Orlito jazz Band(PE)
• 17h ­ Jam session

> Palco Ronildo Maia Leite­ Praça Meste Dominguinhos

• 21:00h ­ Raphael Wressnig(AUT) & Igor prado Band(SP)
• 22:00h ­ Ivan Lins(RJ) & Leonardo Amuedo(URY) com Ricardo Lopes Trio(AL)
• 23:00h ­ Guitar Night, com Lancaster(SP), Jennifer Batten(USA), John Macaluso(USA), Marcos Cabral(PE), Karl Dixon(USA) Carlos Bala(AL) e convidados.

FONTE; Site do Festival de Jazz de Garanhuns

http://www.garanhunsjazz.com.br/edicao2015

sexta-feira, 6 de fevereiro de 2015

Estudante Pernambucana passa em 5 Faculdades de Medicina.

|0 comentários

vitoria5

Em Caruaru-PE, a estudante Vitória Chaves de Souza Dantas de Barros, 18 anos, é ‘pentacampeã’ de aprovações em Medicina. Isso mesmo. A garota passou em um dos cursos mais concorridos do Brasil em cinco faculdades, a saber: Facisa (Faculdade de Ciências Sociais Aplicada), UPE (Universidade de Pernambuco), UFPE (Universidade Federal de Pernambuco-Campus Acadêmico do Agreste), Unicap (Universidade Católica de Pernambuco) e Unicisal (Universidade de Ciências da Saúde de Alagoas).

A garota decidiu que estudará no Campus da UFPE, o qual adotou o critério do Sistema de Seleção Unificada (Sisu). Ela obteve a nota de 835,2 no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), ficando em 15º lugar, entre 80 vagas.

Esse histórico de aprovações vem de longe. Quando concluiu o 9º ano do Ensino Fundamental, Vitória oi aprovada no curso de Direito em uma faculdade particular de Caruaru. No ano seguinte, passou no curso de Relações Internacionais. Quando estava no 2º ano do Ensino Médio, foi aprovada em Biomedicina, mas começou o intento de estudar para Medicina. Em 2013, já no 3º ano Médio, ela prestou vestibulares para Medicina, mas não conseguiu ser aprovada. Assim sendo, em 2014, dedicou-se a cursinhos. Ela conta que passou o ano fazendo muitos exercícios, dedicando-se às disciplinas nas quais tinha maior dificuldade.

A garota é motivo de alegria para os pais, o professor Arnaldo Dantas e a corretora de imóveis Nadja Chaves, os quais sempre a incentivaram a desenvolver o hábito da leitura. Ademais, Vitória menciona o papel dos educadores em sua formação. “Não posso deixar de agradecer aos professores que me apoiaram, acreditaram em mim,estiveram ao meu lado durante a rotina de estudos,tiraram minhas dúvidas, eles têm uma parcela enorme de responsabilidade na minha aprovação e serão sempre exemplos de vida pra mim”, destaca, em postagem no Facebook.

Fonte; Blog livros e pessoas:

http://www.livrosepessoas.com/2015/02/04/estudante-de-caruaru-e-aprovada-em-cinco-vestibulares-de-medicina/

sexta-feira, 30 de janeiro de 2015

Sai listão 2015- Universidade de Pernambuco

|0 comentários

lista vestibular UPE

Ao todo, 39.494 candidatos se inscreveram para o vestibular e 11.878 para o SSA 3. A instituição oferece 3.460 vagas nos 53 cursos de graduação, sendo 2.074 vagas no vestibular e 1.386 no SSA. Os cursos são distribuídos nos campi Recife, Camaragibe, Mata Norte, Mata Sul, Caruaru, Garanhuns, Arcoverde, Serra Talhada, Salgueiro e Petrolina.
As provas dos processos seletivos aconteceram nos dias 16 e 17 de novembro de 2014, para os inscritos no seriado, e 7 e 8 de dezembro do ano passado para os candidatos a uma vaga no vestibular.
Concorrência
O curso de direito em Camaragibe é o mais concorrido do vestibular 2015 UPE, no sistema universal, com 139,29 candidatos na disputa de uma vaga. Em segundo lugar vem medicina em Serra Talhada, com 92,10 candidatos por vaga e, em terceiro, o de medicina em Garanhuns, com 84,25.
No sistema de cotas do vestibular o mais disputado foi o curso de direito em Camaragibe com 149,75 feras concorrendo a uma vaga, seguido do curso de medicina em Serra Talhada com 117,50 candidatos por vaga e, em terceiro, o de odontologia em Arcoverde com 86,50.
Na terceira fase do Sistema Seriado de Avaliação (SSA) o curso mais concorrido entre os não-cotistas foi o de Direito em Camaragibe com 66,80 candidatos por vaga. Na segunda colocação está medicina em Serra Talhada, com 30,17. E na terceira posição vem direito em Arcoverde candidatos por vaga 20,10. Entre os cotistas o mais disputado foi o de Direito do campus da UPE em Arcoverde com 54,00 candidatos por vaga. Em segundo lugar vem direito em Camaragibe, igualmente com 54,00 candidatos por vaga e, em terceiro, o de medicina em Serra Talhada, com 37,50.
Matrícula
Os feras classificados no Processo de Ingresso 2015 da Universidade de Pernambuco (UPE) devem realizar suas matrículas entre os dias 10 e 12 de fevereiro. O primeiro dia será destinado aos estudantes que foram classificados através do sistema universal, nas primeira e segunda entradas, do SSA, das 8h às 12h.
Das 13h às 17h do dia 10, é a vez dos que concorreram através do sistema universal para as mesmas entradas do Vestibular. Já no dia 11, poderão efetivar suas matrículas, das 8h às 12h, os candidatos classificados através do sistema de cotas, nas primeira e segunda entradas, do SSA. Os classificados através do sistema de cotas do vestibular, nas duas entradas, poderão realizar suas matrículas no mesmo dia das 13h às 17h.
Será reservado para os feras retardatários do vestibular e do SSA realizarem suas matrículas o dia 12, para os classificados pelos dois sistemas (universal e de cotas), também das duas entradas. Aqueles que não fizerem suas matrículas, nesses dias, serão automaticamente desclassificados. O primeiro remanejamento será divulgado no dia 2 de março.
O candidato deverá apresentar, no ato da matrícula, duas  fotos 3×4 atualizadas e original e fotocópia ou apenas fotocópia autenticada dos seguintes documentos: cédula de identidade; CPF; certificado de conclusão do ensino médio com respectivo histórico escolar.
Para cotista, o histórico escolar deve comprovar que estudou os três anos do ensino médio e os anos finais do 6o ao 9o (antiga 5a a 8a série) do ensino fundamental em escola pública estadual ou municipal; certidão de nascimento ou de casamento; título de eleitor e comprovante de votação; prova de quitação do Serviço Militar (para homem maior de 18 anos)

Clique aqui e confira o listão

Fonte: Diário de Pernambuco

quinta-feira, 22 de janeiro de 2015

Calendário Pagamento dos Servidores do Estado- 2015

|0 comentários
O Governo de Pernambuco divulgou nesta quarta-feira (21) o calendário de pagamento dos servidores para o ano de 2015. Com 225 mil servidores (138 mil ativos – 61%; 61 mil aposentados – 27%; e 26 mil pensionistas – 12%), a folha de pagamento do governo estadual está orçada em R$ 8,2 bilhões ao ano.
O calendário anual foi instituído em 2007 e desde então vem sendo cumprido pela administração pública. Segundo o governo, o comprometimento com da Receita Líquida Corrente com despesas de pessoal é de 44,78%.
O calendário é organizado da seguinte forma: aposentados e pensionistas recebem no antepenúltimo dia útil de cada mês; servidores ativos da Secretaria de Educação e do Conservatório Pernambucano de Música, têm os salários pagos no penúltimo dia; e os servidores dos demais órgãos e entidades estatais recebem os proventos no último dia útil de cada mês.
Confira o calendário completo de 2015:

sábado, 17 de janeiro de 2015

Você conhece o PNE?

|0 comentários

pne

Clique no Link abaixo e conheça o PNE 2014, que será ferramenta essencial para nós professores nos próximos anos.

http://mobile.cnte.org.br:8080/legislacao-externo/rest/lei/100/pdf

Fonte; CNTE

segunda-feira, 12 de janeiro de 2015

Por que os Brasileiros reelegem corruptos?

|0 comentários

1421064173

Reeleio de corruptos e o paradoxo do brasileiro

Por que os brasileiros abominam os políticos corruptos e frequentemente os reelegem? Por que 250 mil paulistas reelegeram Paulo Maluf, mesmo depois de ele ter sido, na Suíça, o protagonista involuntário (“Sr. Propina”) de uma propaganda contra a corrupção mundial? Suely Campos (PP) se tornou governadora de Roraima porque seu marido (ex-governador Neudo Campos) foi barrado pela Lei da Ficha Limpa (foi preso e declarado improbo judicialmente). Assumiu o cargo e nomeou 19 parentes para vários cargos públicos. Juntos receberão R$ 398 mil por mês. Nepotismo deslavado. Justificou-se dizendo “ser prática comum na história de Roraima [na verdade, faz parte da história do Brasil]”. Nota-se que ela está cumprindo o que prometeu na campanha: “Implementarei políticas para mulheres, para jovens, crianças e também para a família”. Mais uma expressão do sistema hiperviciado brasileiro (veja Oliveiros S. Ferreira, Teoria da Coisa Nossa), que criou um Estado com um lado monstruoso caracterizado pela plutocracia (Estado governado ou influenciado por grandes riquezas), cleptocracia (Estado cogovernado por ladrões) e genocidiocracia (Estado que pratica ou tolera a violação massiva – e normalmente impune – dos direitos fundamentais, direta ou indiretamente voltada para o extermínio de pessoas predominantemente pertencentes a etnias ou classes sociais desfavorecidas).

O “paradoxo do brasileiro” é uma provocação à lógica. Não há brasileiro que não esteja indignado com “tudo isso que está aí” (corrupção, roubalheira nos órgãos públicos, financiamentos eleitorais indecentes, morosidade da Justiça etc.). Os padrões de convivência civilizada sempre estão deteriorados. O moderno convive com o arcaico. Fabricamos aviões e ainda contamos com 13 milhões de analfabetos (e 3/4 da população são analfabetos funcionais). Os serviços públicos são indecentes. As humilhações, consequentemente, são constantes. O brasileiro anda descontente, angustiado, indignado e revoltado com a situação do país, com a corrupção, com os políticos desonestos, com as falsas promessas, com o nepotismo, fisiologismo (troca de favores e benefícios) e tantas outras coisas. Todos com quem conversamos querem mais ética e mais justiça, menos inflação, mais igualdade, mais eficiência no serviço público; mais ordem, mais segurança, mais hospitais, mais médicos. Cada um de nós protesta, reclama, amaldiçoa, abomina, critica.

Individualmente não concordamos com “nada do que está aí”. Temos a crença e o sentimento de que somos pessoalmente muito melhor do que essa bandalheira que grassa pelo país afora. Ninguém aceita, ninguém está de acordo com o mar de lama, o deboche e a vergonha da vida pública e comunitária que nos aflige. Coletivamente, no entanto, o resultado final de todos nós juntos é tudo isso que está aí (esse é o “paradoxo do brasileiro”, desenvolvido por Eduardo Giannetti, Vícios privados, benefícios públicos?: 12 e ss.). Pessoalmente (e no plano dos discursos: orais ou nas redes sociais) somos (e vendemos) a imagem do que gostaríamos de ser (honestos, probos, íntegros, avançados, progressistas, amistosos, cordiais etc.). Discursamos sempre de acordo com essa imagem. Coletivamente não somos nada (ou somos muito pouco) dessa imagem que gostaríamos de ser. É por isso que o todo é muito menos que a soma das partes. Se o produto final (nós como um todo) é horroroso, indecente, indolente, mal-afamado (a classe política nada mais é que uma síntese ou espelho da sociedade que temos), como isso pode acontecer, se nos nossos discursos somos éticos, exemplares, leais, cordiais e probos? Por que discursamos como suecos civilizados e nossa sociedade como um todo é, em termos civilizatórios, tão indecente, tão aberrante, tão brasileira? Por que discursamos como os melhores motoristas do mundo e o resultado final são 45 mil mortos por ano no trânsito, milhares de aleijados, mais de meio de milhão de feridos? Por que bradamos por honestidade e reelegemos Maluf, Renan, Sarney e tantos outros políticos declaradamente desonestos?

Eduardo Giannetti (citado) explica: “A auto-imagem de cada uma das partes – a ideia que cada brasileiro gosta de nutrir de si mesmo – não bate com a realidade do todo melancólico e exasperador chamado Brasil. Aos seus próprios olhos, cada indivíduo é bom, progressista, e até gostaria de poder ‘dar um jeito’ no país. Mas enquanto clamamos pela justiça e eficiências, enquanto sonhamos, cada um em sua ilha, com um lugar no Primeiro Mundo, vamos tropeçando coletivamente, como sonâmbulos embriagados, rumo ao Haiti. Do jeito que a coisa vai, em breve a sociedade brasileira estará reduzida a apenas duas classes fundamentais: a dos que não comem e a dos que não dormem. O todo é menor que a soma das partes. O brasileiro é sempre o outro, não eu”. Nisso reside uma amostra da psicologia moral brasileira. Que é volúvel. Há momentos de ufanismo com o país (“abençoado por Deus e bonito por natureza”). Narcisismo inveterado. Fora dele, quanto mais a situação do país piora, mais cultivamos nossa auto-imagem (de impoluto, honesto a toda prova, probo, altaneiro). E quanto mais incrementamos nossa auto-imagem individual, mais o coletivo se afunda na bandalheira, na roubalheira. Mais reelegemos os políticos reconhecidamente corruptos. Esse é o “paradoxo do brasileiro”.

Reeleio de corruptos e o paradoxo do brasileiro

Luiz Flávio Gomes

Luiz Flávio Gomes

Professor

Jurista e professor. Fundador da Rede de Ensino LFG. Diretor-presidente do Instituto Avante Brasil. Foi Promotor de Justiça (1980 a 1983), Juiz de Direito (1983 a 1998) e Advogado (1999 a 2001). [ assessoria de comunicação e imprensa +55 11 991697674 [agenda de palestras e entrevistas] ]

Fonte: Matéria original no Jus

http://professorlfg.jusbrasil.com.br/artigos/160117551/reeleicao-de-corruptos-e-o-paradoxo-do-brasileiro?utm_campaign=newsletter-daily_20150112_593&utm_medium=email&utm_source=newsletter

Sintepe aprova novo piso, mas espera aumento prometido por Paulo Câmara.

|0 comentários

 / Foto: Guga Matos/JC Imagem

Foto: Guga Matos/JC Imagem

Em Pernambuco, a notícia do aumento de 13,01% no piso salarial dos professores da educação básica foi bem recebida pelo Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Pernambuco (Sintepe). Para o coordenador geral do Fórum Nacional de Educação e diretor do sindicato, Heleno Araújo, o reajuste é uma vitória para a categoria, no entanto, a luta por melhores salários ainda tem um longo caminho.
O salário do docente da rede pública do País, do ensino infantil ao médio, com jornada de 40 horas semanais, passou dos atuais R$ 1.697 para R$ 1.917,78. "Esse valor deve ser tido apenas como referência. O ideal é que o salário seja maior para que o professor possa ter um vínculo exclusivo com uma escola", avaliou Heleno Araújo. Atualmente, de acordo com o sindicato da categoria, Pernambuco vem cumprindo os valores estabelecidos pelo piso nacional dos professores.
Apesar disso, para o diretor do Sintepe, o salário ideal para o professor de nível médio estaria em torno dos R$ 3 mil, já o docente com ensino superior deveria receber cerca de R$ 4,5 mil. Tendo em vista esses valores, Heleno Araújo alerta que o aumento em Pernambuco deve ser ainda maior do que o que foi anunciado pelo Governo Federal.
"Aqui o novo governador Paulo Câmara prometeu dobrar o salário do professor até o final dos quatro anos de governo, para isso, só esse ano o aumento tem que ser de 25%. Se o Governo Federal já deu 13%, agora faltam 12% do Estado", explicou Heleno Araújo. Ele ainda alerta que, para que Pernambuco possa pagar os vencimentos prometidos, é preciso planejamento. "Se eles [Governo Estadual] dizem que a Educação é prioridade, é preciso tomar medidas para que essa promessa saia do papel", comentou.
O percentual do aumento foi divulgado na tarde desta terça-feira (6) pelo Ministério da Educação e segue fórmula estabelecida em lei de 2008. No ano passado, o reajuste foi de 8,34%. De acordo com levantamento mais recente da CNTE (Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação), de maio do ano passado, 10 Estados ainda pagam abaixo do piso.
* A reportagem entrou em contato com a Secretaria Estadual de Educação mas, até o fechamento desta matéria, não obteve resposta.

FONTE: NE10